10 de dezembro de 2010

Olá amigos* , desculpe-me por ter desaparecido um pouco essa semana, é que pra mim tá beem corrido. Bem eu estou terminando a minha Carta de Motorista entãao sabe neh,correria.
Um fato muito interresante que ocorreu ontem ah noite em Pinhalzinho,cidade vizinha a minha.
Estava Eu sentado na Berlinda - " um barzinho muito bom" com mais duas pessoas que prefiro não citar aqui,quando de repente olho para a porta de tal estabelecimento e quem eu vejo entrando lá? Ah Preta minha ex-professora de Ed. Fisica na escola, minha ex-melhor amiga, talvez ex em tudo sabe. Perdemos o contato pq? Ela namorava uma amiga minha, melhor Amiga na verdade. Mas de repente ela falo que não queria mais,que o pai dela tinha problema de coração e por tal motivo jamais poderia contar que era ''Gay'' no primeiro momento até tentamos entender mas isso perssistiu ee ela nunca mais voltou a conversar com a sua ex,como ah nossa amizade era bem mais forte,não cortamos contato,mas eu e a preta nunca mais aviamos conversado,até o dia em que ela me ligou. Conversamos muito aquele dia e ela me falo estar apaixonado por um Homem, eu falei para ela o que eu axava sobre isso. Mas de nada adiantaria pois essa era a sua decisão. Eu não tive o que fazer pois estavamos no separando aos poucos,pois tenho mais amizades com pessoas gay's do que héteros.

Nos afastamos literalmente.

Ontem quando ela chegou no mesmo local que eu,todas as lembranças vieram a tona novamente, nós 3 planejando ir para Lucas do Rio Verde, elas me adotarem como filho, planos de uma familia perfeita sabe,até o medo dela arruinar com tudo. Mas quem sou eu para julgar o que ela fez.
Eu não queria falar com ela,pois ainda estava muito magoado com ela,apesar de se passar dois anos depois que tudo isso aconteceu a ferrida ainda estava aberta e doia muito. Ela era novamente uma estranha pra mim, mas o que eu mais temia aconteceu ... Ela me chamou para conversar. Eu não queria,mas era algo inevitavel pois nossas mesas estavam lado a lado, quando ouvi ela me chamar nãao olhei evitei ao máximo,mas na segunda vez nãao não consegui ser mau-educado com ela e olhei,ela se levantou e voi até mim para um abraço,nãao consegui conter o contato carnal. Eu nãao tinha noçãao da falta que aquele abraço me fazia,contive as lágrimas e fui forte, ela me disse que eu havia sumido ee tal's nãao segurei a minha lingua e falei que ela que tinha sumido e nãao eu. Então eu pedi para ela provar,o número do meu celular ainda estava gravado no seu celular logo após a ''briga'' eu fiz questão de exclui-lá da minha vida,então nãao tivemos mais contato. Foram poucos minutos que me fizeram tãao bem, peguei o número do celular dela novamente e vamos ver se ah amizade ainda existe de ambas as partes. Torçam por mim, eu me conheço sou meio complikdo de lidar ;D
Tanta coisa aconeceu nesse meio tempo,ela nãao viu a minha vida se transformar ela nãao viu nada, ela nem sabia se eu ainda estava vivo ou nãao.
Mas uma coisa que eu aprendi lendo o livro: " Comer, Rezar, Amar." eh que além de tudo devemos perdoar e aprender com nosso erros. Axo que eu estou aprendendo bem e botando em prática, pelos menos um pouquinho, ela foi perdoada pelo meu coração,pois eu sou assim mesmo,nãao consigo guardar rancor de ninguém. Vamos voltar a ser amigos como antes?! Isso só o tempo poderá nos responder. Mas eu estou confiante com esse nosso reencontro.



Amigos?!
*-*

3 comentários:

  1. Perdoar é um ato digno ... cuidemos de nossas vidas e deixemos q os outros cuidem da deles ...

    ;-)

    ResponderExcluir
  2. É sempre dificil esquecer pessoas que antes foram tão importantes para nós. Mesmo não querendo a emoção e vontade de poder está junto novamente é muito forte.

    Adorei o Blog.
    Já seguindo...
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Pois eh neh amigos, a gente nunca sabe o que pode acontecer
    nessa vida,um dia amigos no outro estranhos.
    vamos ver q rumo vai tomar o recomeço
    dessa nova história.

    ResponderExcluir

A minha opinião eu dei, agora quero ver a de vocês!