15 de abril de 2012

Amanhã "/

     Hoje, parece que foi ontem, dói mas constrói, só sei dizer que amanhã de noite ele viaja e eu .. bem, eu estarei aqui morrendo de saudade dele, vegetando enquanto espero a sua volta, não consigo me animar ainda, não consigo pensar em nada a não ser na hora do embarque dele. Saber que vamos ficar distantes, Eu e Ele. 


     Porque a distancia tem que ser tão cruel para com os apaixonados?! Gostaria de ter só essa resposta sabe, mas não ah tenho e quem sabe nunca terei, mas sei que ela machuca e machuca muito. Mas pra quem ama diz-se que não á barreiras, nem a distancia é capaz de abalar ou afetar um relacionamento, mas digo, aquele abraço faz falta uma hora. Hoje mais uma vez me deu uma de minhas crises, e eu não tinha o abraço que tanto queria, não tinha. Hoje me dei conta de como eu sou realmente. De quanto me doou para ajudar os outros mas não procuro ajudar a mim mesmo, não sei se vocês serão capazes de entender, mas não consigo cuidar de mim, preciso primeiro cuidar das pessoas que estão ao meu redor para depois cuidar de mim. Queria que as pessoas entendessem o quanto eu tento ajudar sabe, e que alguém me ajudasse também. Mas cansei de pedir ajuda. 
    
      Amanhã de noite o meu Namorado embarca pra Buenos Aires, as 22:00 horas ele estará indo, parece que algo está sendo arrancado do meu peito, sei lá, meu coração parece que não está mais aqui, to sentindo uma coisa estranha, não sei bem ao certo o que, mas to sentindo. E eu não ignoro sentimentos, sinto-os. Queria que ele coloca-se a mão dele no meu peito agora e sentisse o meu coração pulsando, algo tão estranho, tão novo pra mim, isso que é só uma viajem de estudo eu sei, mas vamos ficar longe, vamos ficar sem conversar, são três semanas que vão parecer uma eternidade. Só queria que ele soubesse que eu o amo tanto, e que estarei aqui esperando-o pra quando voltar dar abrigo em meus braços, o calor do meu peito, o meu AMOR.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

A minha opinião eu dei, agora quero ver a de vocês!