14 de outubro de 2012

Filmes Brasileiros e seus encantos ...

Chocado – Perplexo – Fantasticamente encantado com um clássico dos cinemas brasileiro, eu sei que pode soar um tanto quanto estranho pra quem me conhece já a algum tempo, mas é a realidade, um filme Brasileiro me conquistou de tal forma que eu imagino cada cena, cada fala, cada momento passado em um set de gravação. O Auto da Compadecida, um filme que com quase toda a certeza do mundo cada brasileiro já viu pelo menos uma vez na vida, eu já o vi umas 5 ou 6 vezes e não me arrependo de nem uma delas, pois isso me faz ter certeza que mesmo sem patrocinadores e sem pessoas que apoiam por muitas vezes a cultura, conseguimos fazer um filme de qualidade e com Profissionais competentes de um gabarito espetacular. Tanto esse filme como tanto outros que merecem o nosso respeito e a nossa admiração, mas até que ponto nós valorizamos e prestigiamos o que nós Brasileiros produzimos?! É tão mais como assistir a uma grande produção, que ultrapassa todas as expectativas de público e de bilheteria, assistir algo que é produzido em um lugar a quilômetros de distancia daqui, do que valorizar o que se é feito em nosso próprio país. Cito aqui dois filmes que particularmente mechem muito comigo, com o meu prazer em ver algo produzido pelos nossos fantásticos atores e atrizes. Tanto Central do Brasil quanto O Auto da Compadecida trazem uma pessoa fantástica no elenco que me conquista a cada trabalho, a minha queridíssima e maravilhosa Fernanda Montenegro. Trago a Sinopse dos dois filmes para que alguém, conquiste-se também por esses dois grandes clássicos do Cinema Brasileiro, filmes pelos quais eu sou perdidamente apaixonado:

            - O Auto Da Compadecida: No vilarejo de Taperoá, sertão da Paraíba, João Grilo (Matheus Nachtergaele) e Chicó (Selton Mello), dois nordestinos sem eira nem beira, andam pelas ruas anunciando A Paixão de Cristo, "o filme mais arretado do mundo". A sessão é um sucesso, eles conseguem alguns trocados, mas a luta pela sobrevivência continua. João Grilo e Chicó preparam inúmeros planos para conseguir um pouco de dinheiro. Novos desafios vão surgindo, provocando mais confusões armadas pela esperteza de João Grilo, sempre em parceria com Chicó, mas a chegada da bela Rosinha (Virgínia Cavendish), filha de Antonio Moraes (Paulo Goulart), desperta a paixão de Chicó, e ciúmes do cabo Setenta (Aramis Trindade). Os planos da dupla, que envolvem o casamento entre Chicó e Rosinha e a posse de uma porca de barro recheada de dinheiro, são interrompidos pela chegada do cangaceiro Severino (marco Nanini) e a morte de João Grilo. Todos os mortos reencontram-se no Juízo Final, onde serão julgados no Tribunal das Almas por um Jesus negro (Maurício Gonçalves) e pelo diabo (Luís Melo). O destino de cada um deles será decidido pela aparição de Nossa Senhora, a Compadecida (Fernanda Montenegro) e traz um final surpreendente, principalmente para João Grilo.
            - Central Do Brasil: Fernanda Montenegro é Dora, uma mulher que escreve cartas para analfabetos na Central do Brasil, estação ferroviária carioca. A mãe de Josué (Vinícius de Oliveira) pede para a ex-professora escrever e enviar uma carta para o pai do garoto, mas, como sempre, Dora a joga fora. Quando a mãe do menino morre atropelada, ela resolve vendê-lo a traficantes de crianças, porém um sentimento de culpa faz com que Dora acabe voltando atrás e ainda ajude Josué a encontrar seu verdadeiro pai.

Segue também os dois Link's dos filmes para quem quiser assisti-los online: Central do Brasil e O Auto Da Compadecida.

4 comentários:

  1. De fato são dois filmes realmente bons.Particularmente Central Do Brasil me emociona e de certa forma faz parte da minha vida.A primeira vez que estava vendo o filme,encantado,minha avó morreu.Lembro exatamente a cena.É uma obra notável do cinema brasilerio,e não seria o que é se não tivesse Montenegro no elenco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico perplexo cada vez que vejo essa obra fantástica, mas O Auto da Compadecida tem algo ah mais pra mim, algo que me encanta e que me cativa cada vez que vejo, hehehe, não sei se pelos personagens ou por todo o enredo da história. São dois filmes FANTÁSTICOS isso temos certeza.

      Excluir
  2. Dois filmes que eu adoro! #FATO! Hugz, bebezão da Johnson & Johnson... hehe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU AMO DE PAIXÃO os dois :D Bebezão Johnson & Johnson foi bom neeeeeh POAKSOPAKSAPOSKAPO

      Excluir

A minha opinião eu dei, agora quero ver a de vocês!