14 de março de 2013

Desconstruindo Valores ..



Sim! Eu ainda tenho só 21, mas já me perguntei quantas pessoas passaram por tudo o que eu já passei só com – 21. Passando por experiências que mechem comigo, muitas vezes me pego com medo e com crises que né, são da idade como diria o meu Pai.
                Enfim .. vim aqui para contar uma outra coisa para vocês hoje, comecei a fazer parte de um colegiado de Defensoria dos Direitos Humanos da minha cidade (Chapecó – SC) ao qual chamamos carinhosamente de Coletivo Humaniza, nesse processo todo, comecei a conversar com várias pessoas que fazem parte do mesmo, mas em outros campi da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, que eu faço parte como acadêmico. Em uma dessas conversas conheci um menino (OMG* to apaixonado), totalmente o oposto daquilo que eu sempre achei que fosse o certo pra mim, sempre procurei algum capitalista como a minha pessoa, sempre achei que alguém que se preocupasse com moda e que andasse de acordo com os padrões de uma sociedade que agora vejo que me escravizou por tanto tempo. Voltando ao moço que me arranca sorrisos, começamos a conversa sábado passado – dia 09-03-13 – até então tínhamos muito o que conversar por conta de tudo o que estamos planejando e tudo mais, logo após chegar da minha faculdade passei o meu número de telefone pra ele, e disse que se acaso precisa-se poderia me ligar pois estaria dormindo (sempre faço isso depois que chego da faculdade – não durmo, desmaio na cama), até então ok, nunca tinha passado o meu número pra alguém assim, mas pra ele – parece que já era diferente.
                Enfim, dormi – morri – desmaiei na cama, depois de uma meia-hora que eu tinha acordado ele me liga, ai eu: “Oi?!” nem lembrava que tinha passado o meu número pra alguém, e ele me diz que era só pra confirmar se era mesmo o meu número, conversamos muito e tudo mais, papo vai papo vem, começamos a manter uma relação de carinho e cuidado um com o outro, e eu tenho que admitir aqui que eu não imaginava até então que ele fosse gay, aposto que ele vai rir muito depois que ler isso. Mas o papo era bom, ficamos conversando por , como ele fez questão de me mandar um sms dizendo: uma hora, dois minutos e quarenta e oito segundo <3. Jamais imaginaria que poderia ali nascer uma paixão – entre papos via facebook, web, celular, vários sms durante o dia. Desde então tem rolado muitos sms – conversas via telefone – via facebook – segredos compartilhados e sentimentos alimentados, mesmo que ainda não tenhamos nos tocado, nem sentido o calor do abraço, mas ai vem a noticia boa: sexta-feira, amanhã, dia 15/03/13 vou viajar até a cidade dele e encontra-lo, para finalmente sentir no calor dos seus braços meu porto seguro. Estou muito nervoso, estou com medo, estou ansioso e com o coração na mão – saio daqui de Chapecó as 9 da manhã para chegar lá, no final da tarde. Não sei o que vai acontecer, não sei como será, só sei que eu sinto que serão os melhores dias desse ano, e espero que finalmente possamos completar a felicidade um do outro.
                Vou fazer uma surpresa pra ele, que logo depois da minha volta quero postar aqui no blog pra vocês também poderem ver, e compartilhar conosco esse momento de felicidade extrema. Afinal, não é sempre que isso acontece!!!  Pessoal me desejem muita boa sorte e que tudo de certo, por que ele é tudo aquilo que falta em mim, e que talvez não estive vendo por tanto tempo – e nem ao mesmo percebi. Mas agora ... tanto o meu coração quanto o dele – falam por si só!!! Meu #Barbudo!!!


É AMANHÃ O GRANDE DIA!!!


2 comentários:

  1. Respostas
    1. Qui Nindu Né *~* heheheee - To com o coração na boca meu Pequeno Grande Amigo ^^ HAHAHAHAHAAA É amanhã as 09:00 que eu vooooooou \o/

      Excluir

A minha opinião eu dei, agora quero ver a de vocês!