9 de março de 2013

VÃO ORGULHO - Florbela Espanca


Neste mundo vaidoso o amor é nada,
É um orgulho a mais, outra vaidade,
A coroa de loiros desfolhada
Com que se espera a Imortalidade.
 
Ser Beatriz! Natércia! Irrealidade...
Mentira... Engano de alma desvairada...
Onde está desses braços a verdade,
Essa fogueira em cinzas apagada?...
 
Mentira! Não te quis ... não me quiseste,
Eflúvios subtis dum bem celeste?
Gestos... . palavras sem nenhum condão.
 
Mentira! Não fui tua ... não! Somente...
Quis ser mais do que sou, mais do que gente,
No alto orgulho de o ter sido em vão! ...

6 comentários:

  1. Amigo, tudo bem?
    Eu sempre gostei dela, ela tem uma forma forte de escrever né? Eu tenho um livro dela que estou relendo por sinal, já quase terminando.
    Um bjo amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é simplesmente perfeita, não consigo me imaginar não lendo um poema dela se quer - pelo menos uma vez ao dia, me apaixonei na primeira vez que li e agora não consigo mais esquece-la ^^ comprei um livro dela também *-* hehehee Um mega Beeeijo pra ti #Saudade!!!

      Excluir

A minha opinião eu dei, agora quero ver a de vocês!