20 de julho de 2013

Para isso somos feitos ...

Não namore com alguém por status ou por carência, namore por realmente sentir algo. Não iluda uma pessoa a qual você não sinta nada, fale a verdade mesmo doendo, mas fale. Não minta, pois a verdade sempre é descoberta. Não use as pessoas, amanhã você poderá ser o alvo. Não troque quantidade por qualidade. Não deixe que o namoro acabe com suas amizades. Não se deixe levar por falsos amigos. Não acredite em palavras e sim em atitudes. Seja confiante, tenha amor próprio, tenha auto estima. Não pense negativo, pense positivo e atraia coisas boas. Não discuta, argumente. Não cuide da vida de ninguém, cuide apenas da sua. Dê a sua opinião, mas também saiba ouvir o próximo. Respeite religiões e culturas. Não julgue ninguém pela cor, classe social, peso, altura e sexo. Cada um é único, então não seja uma cópia. Não dê valor às coisas, dê valor às pessoas. Não prejudique o que tem vida, pois também tem sentimento. Não destrua a natureza, destrua o que te faz destrui-la. Jogue seu preconceito no lixo, não o guarde para si. Trate os outros de igual para igual. Não pise em ninguém, amanhã poderá precisar dessa pessoa para algo. Tenha cérebro além do dinheiro. Dinheiro acaba, mas a sabedoria, ela dura para sempre. Dinheiro compra, mas a sabedoria conquista. Quem não age de tal forma, é um ser humano vazio e totalmente pobre de espírito. E pessoas pobres interiormente, infelizmente, atraem interesseiros e vivem sozinhos, sem paz e amor no coração. O mais sujo não é aquele que vive no lixo, o mais sujo é aquele que vive com o lixo dentro de si, um ser totalmente oco, que é o mais pobre dos seres ao ser vazio. Gente assim quer ser melhor, mas no fim é pior. Só errando é que se aprende a viver, não uma vez, mas várias. E tem gente que ainda tem que apanhar muito da vida, porque ainda não aprendeu nada com ela.

Olhe pro seu namorado. Agora responda: Quantas pessoas você acha que são loucas por ele? Quantos você acha que ficam encantados com aquele sorriso que só ele tem? Devem ter vários, né? Você não sabe quem são, mas existem. E apesar disso, ele encontrou você. Na verdade, ele te escolheu. É, você! Que não é nenhum príncipe, cheio de falhas e imperfeições. E mesmo assim, ele insiste em te chamar de príncipe, de perfeito. Muito bobo, né? Ele te ama assim, exatamente do jeito que você é, imperfeito. Agora, eu te pergunto: tem dado valor? Muitos invejam você e estão só de olho, esperando seu primeiro vacilo para atacar. E aí, amigo, vai esperar vê-lo nos braços de outro? Sorrindo das piadas de outro? Fazendo um carinho em outro? Bate até uma pequena raiva só de imaginar, né? Agora vai lá, passa a mão no cabelo dele e diz que o ama. Liga só pra saber como ele está. Dê valor enquanto tem, porque quando perder só vai sobrar arrependimento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

A minha opinião eu dei, agora quero ver a de vocês!