19 de dezembro de 2014

Drag Queen ou Transformista?!

O que é ser Drag Queen?! 
A Drag Queen é aquela personagem mais colorida, uma Drag Queen vem toda paramentada, com peruca colorida, coisas exageradas, uma vez ouvi dizer que a Drag Queen é o palhaço do adulto, ela tem uma pega mais engraçada.


O que é ser Transformista?! 
Ela tem um tom mais próximo da mulher, por que ela vai fazer o que?! ela vai fazer cover, de uma cantora, de uma atriz.


Ambas vão muito além disso. É acima de tudo respeitar uma arte, não deixar que essa arte morra, vai muito além do querer vestir uma roupa de mulher, colocar uma peruca, maquiagem, um batom ou um salto alto, é exaltar o feminino, é querer mostrar ao mundo a arte, o desejo de ser, de querer. Intolerância, descriminação, homofobia, transfobia, o que é ser gay em uma sociedade conservadora?!

Sofremos muito, nós gays e lésbicas com o preconceito que nos cerca quando assumirmos a nossa identidade perante essa sociedade conservadora, agora imagina para um Transformista, para uma Drag Queen, como é ser e assumir isso ao mundo; Identidade sexual, sentimentos, trabalho, a noite, a vida dessas pessoas, muitos esquecem que eles são seres humanos, carregados de sentimentos. Acima de qualquer coisa queremos respeito, não pedimos nada além de RESPEITO.Alexia Twister, a primeira visão do feminino que tive no começo da vida homossexual. Acompanho o seu trabalho a tanto tempo que pra mim, ela é a perfeição em forma de artista. Amo, admito que AMO, e a AMO MUITO. (Sem contar a galera que eu conheci durante a minha vida que me dão muito orgulho), a todas as Drags e Transformistas que eu conheço o meu muito OBRIGADO POR EXISTIREM. ‪#‎Respeito‬ ‪#‎LGBT‬ ‪#‎DireitosLGBT‬‪#‎Transformista‬ ‪#‎DragQueen‬

29 de novembro de 2014

Star Wars (minha paixão Nerd).

Eu tô chorando com o trailer de Star Wars: Episode VII – The Force Awakens. INCRÍVEL, GRANDIOSO E EMOCIONANTE! Mano, eu não sei o quê falar. Apenas que: chupa quem disse que a Disney ia acabar com a saga. Tudo bem que o filme ainda nem saiu e não sabemos a história e etc. MAS MEU SANTO JEDI DO SABRE DUPLO! QUE TRAILER É ESSE? A produção, a trilha sonora, a montagem de cenas, A MILLENNIUM FALCON! Incrível! Star Wars ganha seu sétimo filme chamado de “The Force Awakens” dirigido por J. J. Abrams e estréia dia 18 de dezembro de 2015 nos EUA. ‪#‎StarWars‬ ‪#‎Love‬ ‪#‎Jedi‬ 





E como bom Nerd (s.q.ñ.) que sou, a prova da minha paixão por Star Wars:



Beeeeijos Amores e 
Bom Final de Semana!!!


27 de novembro de 2014

Armandinho !!!



- Por: M.Horn


Baita oportunidade que tive hoje, de ouvir esse cara foda falando sobre sua cria, que é conhecida principalmente pelas pessoas aqui do Sul do País, Armandinho, protagonista de várias tirinhas de um jornal bem conhecido aqui da redondezas. Com aquela dose certa de humor, e com fatos do nosso cotidiano, ele prende de crianças a adultos, em suas tirinhas. A Madi deve saber de quem estou falando, afinal esse jornal é de circulação Rio Grandense também. Alexandre Beck, criador dessa figurinha tri foda, lançando seu livro, na minha livraria predileta de Chapecó, baita presentão para uma tarde  de quinta-feira, o cara além de foda é tri gente boa, super simpático e é claro, sabe lidar com assuntos polêmicos com aquele toque de humor que só ele tem. Foi foda, pensa em uma criança feliz lá ouvindo ele, esse era eu HAHAHAA. 
#Book #ComicStrips #LOVE #Armandinho #VeryCool.

26 de novembro de 2014

Novo Parceiro + Pernas! HAHAHA

Então, como vocês já puderam perceber, tenho um novo parceiro nos textos aqui no Blog, vou fazer as honras da casa, mas por hora ele não quer divulgar o seu lindo rosto barbudo, de olhos verdes, e pele macia (sem contar os dentes brancos heeeim). Bem, Noah é um querido amigo que tenho em grande e alta estima, não muito recente, formado em Jornalismo, tens já seus 27 anos, quase 30, hahahaa (ele vai me matar por isso), COMPROMETIDO. Ele é escritor já ah algum tempo, e só agora decidimos nos unir aqui para escrever, eu ando meio sem tempo e por isso ele vai assumir as rédeas do blog. Isso não me exclui 100% daqui, mas ele vai assumir um pouco as coisas, continuarei fiscalizando as coisas meio que de longe, estou em um projeto verão, você vão ver a foto dos resultados daqui a pouco HAHAHA. Ele é tímido, fala sobre coisas sérias e tem uma visão totalmente diferente da minha sobre certas coisas, mas isso acredito que vocês vão perceber no decorrer do tempo. Ele gosta muito de um Martini com Gelo, tanto que esse era o nome do antigo blog dele, que já não existe mais (daí, a ideia de uma parceria). Acredito que por hora seja isso, não tenho mais muito o que falar, vocês, como eu já disse, vão perceber como ele é com o passar do tempo. 

Obs: Vai ser fácil diferenciar um texto meu, de um texto dele. Vão por mim!


Então, como vocês perceberam, eu andei sumido, novidade isso né?! HAHAHA Tirei uns dias em um Spa, para tratar a cútis, com muito sex.. Lama, e pedras chinesas. Voltei sem papas na língua, e sem roupas de lá. Passei por maratonas de filmes, séries, sexo, amigos, livros e mais sexo, (tá, nem tanto sexo assim, mas é sempre bom aumentar um pouco as coisas, falou em coisas grandes, me chama que eu vou HAHAHAHA). Andei malhando um pouco, dançando, e lendo, coisas que eu amo fazer, e é claro que já começaram a aparecer resultados nas minhas pernas. Enfim, esse post era mais para avisa-los do novo parceiro da página, e que eu estou de volta, agora pra ficar ;) 

Daqui não saio, daqui ninguém me tira! 

25 de novembro de 2014

Existe verdade em relacionamentos?

Por: Noah Albuquerque.

Acredito que nunca sabemos de toda a verdade quando entramos em um relacionamento, saber de tudo é muito relativo, esse tudo realmente existe, ou é algo que nossa cabeça inventa para que nosso coração se sinta mais aquecido em um dia nublado e chuvoso. Acreditar em uma única verdade pode não ser a saída para tudo, quando uma flor pode ser sincera, ou quando uma mensagem de saudade em seu celular é real? O que é verdade, o andar de mãos dadas no mercado e trocar um beijinho de carinho na frente das pessoas, ou receber um buque de rosas, quando tudo isso deixou de ser verdade, ou quando a verdade foi o que nos mudou, não conseguimos entender muito bem o real sentido das coisas, ou até mesmo da vida. Então o que nos resta é acreditar que existe uma verdade, aquela que é mais cômoda para ambas as partes, viver uma verdade inventada em um relacionamento de mentira. Ou viver um relacionamento com falhas, brigas, mas uma troca verdadeira de sentimento, mas um relacionamento verdadeiro, onde não são flores mortas que dão brilho. Mas sim sorrisos verdadeiros, e beijos quentes. O que vale mais hoje em dia, uma ida ao mercado juntos, ou um buque de flores? Cada cabeça uma sentença, cada coração um purgatório, que a verdade seja a supremacia de relacionamentos frágeis, mas que esses relacionamentos, sejam nada mais que uma página a ser escrita em um livro de folhas recicláveis, que não existam lágrimas para borrar a escrita de cada capítulo, mas que sejam sorrisos que façam as vírgulas.

10 de outubro de 2014

Militância Política!

MEU MUITO OBRIGADO A TODOS!
Amigos do Blog, estamos ainda sim em festa Todd Tomorrow entra como primeiro suplente, ainda sim em São Paulo temos um LGBT em linha de frente, um incansável ativista de Direitos Humanos e Minorias e alguém do povo, e no Rio temos Jean Wyllys... E não pensem que a luta acaba por aqui, ela só começa e a voz do povo tem que continuar ecoando em cada canto de nosso País. Obrigado a todos os amigos que aderiram a campanha, vamos Todd@s arregaçar as mangas e intensificar a luta por uma sociedade mais justa !!! Nós não perdemos essa, ganhamos mais força, força essa que vai impulsionar as nossas vidas, e lutas. Quero agradecer a quem acreditou em nossos ideais, quero agradecer a quem arregaçou as mangas e assim como nós foi a luta, por uma democracia justa e limpa, sem financiadores, nós, povo, fomos os financiadores das nossas campanhas, de norte a sul. Obrigado a quem apoiou a real mudança do Brasil, vimos que não somos só 1%, e com toda certeza a nossa luta não acaba aqui. Vamos continuar lutando sim, pelos ideais que acreditas, e pelas pessoas que amamos. Isso é PSOL, isso é 50. Eu sou um pouquinho de cada um que apoiei, somos PSOL - Partido Socialismo e Liberdade, eu sou Bill Santos, sou Todd Tomorrow, sou Monique Top, sou Andre Sapanos, sou Charles Bulhões, sou Jean wyllys nos representa, sou Luciana Genro, Sou Afrânio Boppré, sou Sargento Amauri Soares ... sou cada um daqueles que acreditou e votou consciente! Sou a cara da verdade, sou essas pessoas da foto, as quais tenho em grande estima, e tenho o prazer de ter como amigos, e como parceiros de luta! A única coisa que quero refletir aqui é a seguinte: Se na parada Gay, somos 4 milhões, por que esses 4 milhões não votaram em quem iria lutar e defender os nossos ideais? Quem iria levantar a nossa bandeira? Mas a consciência é de cada um.Quanto aos fundamentalistas baratos, eu só digo uma coisa: VAMOS SER A PEDRA NO SAPATO DE VOCÊS!
"Bom, eu só quero lembrar a todos que Aécio Neves, como senador, votou contra a PL 5120/2013, o projeto de casamento civil igualitário entre pessoas do mesmo sexo. Além disso, TODOS os senadores do PSDB votaram contra a PLC 122, projeto que criminaliza a homofobia. Lembrem disso no segundo turno, ok? Beijos" - Felipe Alcubillas


26 de agosto de 2014

A Partida!

Demorei para aceitar a partida do meu Namorado, que por ironia do destino resolveu me deixar em um dos momentos em que eu mais precisava dele, em um momento tão delicado da minha vida, onde descubro que tenho uma psicopatologia (que começo a explicar no novo blog que criei Diário da Verdade!). Não tem sido nada fácil esses últimos 10 dias, fiquei sem postar nada afinal ainda me sinto frágil e abalado para tal. Só quero abrir uma lacuna aqui para deixar claro que tanto eu quanto ele, temos a mesma psicopatologia, então ele deveria me entender já que se trata a mais tempo que eu, mas foi covarde ao me deixar.

Passei por um surto psicótico a alguns dias atrás, do qual não lembro de nada, só de alguns fatos isolados, e que são desconexos dentro da minha cabeça. Não consigo entender o que aconteceu, ou como aconteceu, mas sei que em um surto de raiva eu quebrei tudo o que estava ao meu alcance dentro do meu quarto, só para que vocês tenham uma noção do que aconteceu, tentei suicídio também. Não conseguindo ter "sucesso" - admito aqui que não é a primeira vez que tento.

Enfim, não tenho muito o que falar, além de que estou em um dos momentos mais difíceis da minha vida, Espero do fundo do meu coração a compreensão de vocês meus amigos, e apoio nessa nova fase que se inicia em minha vida, como já tive dos meus queridíssimos Bratz e Ro Fers. E admito que ainda estou aprendendo a lidar com a ausência que o meu ex-namorado, algo que ainda me machuca e parece ser uma ferida que nunca vai cicatrizar! 

14 de agosto de 2014

Re-fletindo!

"Fico pensando se viver não será sinônimo de perguntar. A gente se debate, busca, segura o fato com duas mãos sedentas e pensa: 'Achei! Achei!', mas ele escorrega, se espatifa em mil pedaços, como um vaso de barro coberto apenas por uma leve camada de louça. A gente fica só, outra vez, e tem que começar do nada, correndo loucamente em busca dos outros vasos que vê. Cada um que surge parece o último. Mas todos são de barro, quebram-se antes que possamos reformular as perguntas. E começamos de novo, mais uma vez, dia após dia, ano após ano. Um dia a gente chega na frente do espelho e descobre: 'Envelheci.' Então a busca termina. As perguntas calam no fundo da garganta, e vem a morte. Que talvez seja a grande resposta. A única."

[O trechinho em itálico é de "Limite Branco", do Caio.]


9 de agosto de 2014

(Rodoviária)







" Foi uma manhã cheia de particularidades, detalhes.
Depois de tantos 'tchaus', sempre tem uma receita, 
uma bobeira, que faz a gente falar "oi" de novo.
E é uma pena a gente se dar tão bem. "




Obs: 
Meu Boyfriend foi embora hoje.



29 de julho de 2014

Once Upon a Time.

Ele tinha 30 anos, tinha uma vida normal, cheia de amigos, e de momentos bons, tinha tudo o que sempre sonhou, a casa dos sonhos, era formado e trabalhava no que mais amava. Morava em uma grande metrópole onde a noite lhe proporcionava bons momentos, aquele cineminha, aquele restaurante com os amigos, ou até mesmo o chopp depois do trabalho. Nunca gostou muito de sair sozinho, mas acabou por ir ao cinema ver o filme que tanto queria, sozinho.

Não sabia ao certo a hora do filme, mas sabia que ele mudaria a sua vida, e foi o que aconteceu, enquanto caminhava pelos corredores do shopping atrás de algo para fazer até a hora do seu filme – avistou um sorriso no meio de toda uma multidão, aquele sorriso lindo, branco, não era um romeu, mas era alguém simples, de jeito leve, sorriso meigo e sincero. Andou sem titubear até onde a pessoa se encontrava, chegou perto e travou; o que teria o feito parar ali, sem saber o que fazer, como agir ou até mesmo se deveria ou não ir falar com o cara que o tinha feito andar, sem ver o mundo, só o seu sorriso.

O homem que o fez apaixonar-se por seu sorriso, era cadeirante.

Loiro, sorriso branco, braços fortes, pernas imóveis. Quando sorria, sua cabeça ia para atrás num dançar leve. Calça jeans escura, camiseta preta, olhos verdes, essa era a imagem que habitaria os pensamentos daquele pobre homem se soubesse do destino, mas não sabia, apenas estava aproveitando para ver a paixão ali, o esperando. Não soube como agir e saiu, continuou a andar sem se quer proferir uma palavra. Na hora do filme, na fila da pipoca, ao olhar para o lado, o homem estava ali, indo para a mesma sessão que ele, ver o mesmo filme, entraram – ele sentou na ultima fileira do cinema, bem lá no alto, enquanto o seu muso inspirador estava lá embaixo, sentado, sozinho, enquanto o romance passava na tela do cinema.


O filme acabou, o homem da calça jeans escura e olhos verdes saiu, sumiu na imensidão dos corpos que andavam de um lado para o outro. E esse foi o final, de uma linda história de amor, que acabou antes mesmo do final do filme. 

Nunca mais se encontraram.


25 de julho de 2014

GRANADA.

Meu peito quer

explodir

sinto-me como uma granada.
Não sei,
quais os sentimentos
alegria?
tristeza?

Quantas pessoas serão afetadas,


Vou explodir.

17 de julho de 2014

Querido Diár.. NÃO!

Não sabia como começar essa postagem então, comecei.

Desculpe-me por não estar me fazendo presente nos últimos dias, estou de férias, e estou aqui na cidade do meu Boyfriend, resolvi dar uma desligada do mundo virtual, e isso tem me feito muito bem por sinal (quando não é bom dar essa desligada mesmo?!).

Como ele ainda está com os dias bem corridos, pois ainda não está de férias da faculdade nem nada, só eu estou (o que é fantástico rs rs rs). Então entre aulas, trabalhos e provas, vamos dando um jeitinho de ficarmos juntos, nem que seja quando ele está a corrigir algum trabalho ou no intervalo das aulas dele.


Tanta coisa já fizemos juntos por aqui, festa junina da nossa universidade, festa no final de semana, que nos rendeu umas boas risadas, beijos e até aquele momento em que eu fico de cara com ele, mas nada que um bom papo depois não ajudasse a resolver os lances da noite. Cozinhamos juntos, entre vários cafés e conversas jogadas fora, descobri o quão importante é esse momentos a dois, coisas de casal mesmo sabe – acredito que é isso que mantém um relacionamento forte, tendo a confiança como base, vimos filme juntos enrolados na coberta, e ficamos conversando até madrugada, dormimos até meio-dia, nos amamos.

8 de julho de 2014

A CULPA É DAS ESTRELAS (Por M. Horn).

Sinto-me estranhamente agora, que acabei de ler o livro que foi um dos mais comentados nos últimos dias, meses, afinal – um romance, em um tempo onde as pessoas perderam essa paixão por livros/filmes românticos, fazer tanto sucesso, é algo, diga-se que assustador, afinal de contas, o livro prende, ele tem uma forma toda especial de prender o leitor, aquela história que quanto mais você lê, mais vontade de saber o final te dá. Pois bem, foi essa a minha situação em todas as páginas desse romance adolescente, bobo até, mas apaixonante, aquele livro que cativa, e no final tu se pergunta, e agora? Tem mais? Quando sai o próximo? O que acontece com os personagens principais? Rs rs rs.
           
           Não sei se foi por ter lido ele em um momento frágil da minha vida, mas esse livro em especial fez todo um sentindo para algumas coisas que até então eu não entendia, e até para me mostrar, que não devo perder a esperança em coisas simples, bonitas, cativantes, mas simples da vida. Um exemplo claro disso, encontrar alguém que viva um infinito com você, pode ser de dias, meses ou anos, mas alguém que esteja disposto a fazer da tua vida, um infinito. Devo admitir também, que cada pessoas que passou pela minha vida, fez da sua existência nela, um infinito, é claro que alguns infinitos são maiores que outros, mas cada um de uma forma especial. Sucessivamente após o termino do livro, falei com algumas pessoas em especial, que tinham-se feito meio que esquecidas na minha vida, mas que me mostraram o real significado das coisas. Bem, devo admitir aqui que os últimos capítulos desse livro me fizeram derramar algumas lágrimas, de tristeza, afinal sou humano também, tenho sentimentos (muito mais do que muitos imaginam, e sim, eu sou um chorão), não sei mais se quero ver o filme, tenho medo de que ele acabe com a magia que o livro me proporcionou, e que o mundo não seja o mesmo; por indicação de um casal de amigos, fiquei com uma vontade pequena de ver o filme, mas ainda não me rendi a ele (espero não me render tão cedo).

         
           Fiquei pensando em cada um dos meu relacionamentos, refleti muito sobre o meu atual, e muito também sobre o meu estado de espirito dos últimos dias, devo admitir que se alguém conseguiu ler a minha ultima postagem, antes de eu mesmo tê-la apagado, conseguiram perceber que algo não está tão bem assim, aqui dentro. Vim conversando nessa manhã com o Syg (seu pseudônimo), alguém muito próximo, de um passado não tão distante assim, ainda temos uma cumplicidade enorme em algumas coisas, e admito que isso foi uma das melhores coisas que me aconteceu nos últimos dias. Acho que ninguém além dele, me conhece tão bem. Compartilhar coisas com as pessoas que gostamos faz com que tudo tenha um gosto diferente e um significado ainda maior, seja um livro, seja um filme, uma musica ou um sentimento, não importa o que seja, mas compartilhar com quem gostamos faz com que tudo mude de figura.

            

           Amanhã vou viajar, preciso tirar uns dias para descansar, não meu corpo, mas minha mente, fazer coisas que eu gosto, com pessoas que gosto de estar perto, e principalmente, com o sol quente batendo no meu rosto enquanto leio sentado em um banco de uma praça qualquer, em um lugar qualquer, nesse mundão de Deus.

1 de julho de 2014

Não é só de bate cabelo que vive o Gay.

Vem lá da distante e gélida Islândia o vídeo clipe que considero a coisa mais linda deste mundo gay: "Viðrar vel til loft árása", de 2001, singelo nome em Islândes (que, é claro, você domina) da canção da banda Sigur Rós. Mas nem precisa entender a letra para apreciar a dobradinha clipe-canção. A sonoridade e as imagens falam por si.

O som deles é beeeeeeeeeeeeeeeeem viajante, as canções são enormes, às vezes cantadas na língua materna, em outras, o vocalista, Jón  Þór Birgisson (ou Jónsi, para os íntimos) simplesmente produz sons sem significados (Ferdinand de Saussure diria que é apenas significante), apenas pela sonoridade mesmo. Jónsi é gay assumido. Sim, é um homem quem canta, apesar da voz poder enganar os desavisados. Ele é o cara de camiseta listrada e boina, no clipe. O resultado é estranho, mas muito bom. Lembra um pouco Radiohead, quando a banda desistiu de fazer boas canções pop e tentou fazer "arte" - mas o Sigur acaba sendo melhor na empreitada. Não é para todo "paladar", mas ninguém vai morrer por ter ouvido. . . 

Não é só de bate-cabelo que vive o gay. Dê um descanso para o seu pescoço e curta o clipe (com legendas em inglês), que é lindo demais:


Ps: Maravilhoso foi o comentário que alguém deixou no Youtube:

♂ + ♂ = ♥
♀ + ♀ = ♥
♀ + ♂ = ♥

29 de junho de 2014

Um Dia Frio.

     Saudade é uma palavra que só existe na nossa língua. A gente tenta dar significado, mas não podemos definir. Saudade é saudade. Indefinível como o próprio sentimento é. Eu queria me explicar dizendo que o que eu sinto é Saudade. Mas Saudade era o que eu sentia quando tinha de esperar 3, 4 dias para te ver. Quando saia da tua casa e logo mandava uma mensagem dizendo "saudades". Quando te ligava por qualquer motivo, só pra te ligar.
     O que eu sinto agora, eu não sei o que é. É um lugar da cidade que a gente ia, uma música de amor que toca, um cheiro de pipoca, de edredom, de perfume. Sei lá... Uma lembrança que me vêm, na verdade uma porção delas. São as coisas simples, as do dia a dia...
     Eu poderia exemplificar, mas não poderia definir. Indefinível como o próprio sentimento é.
     Não falo sobre o assunto, ninguém me entende. Nem eu me entendo. Eu finjo pros outros, eu finjo pra mim.
     Olho pro céu como se eu fosse de outro lugar. Me confesso em silêncio. Mas ninguém consegue me ouvir, a não ser as estrelas que são cúmplices de um sentimento tão vivo e intenso.




"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade..." (Carlos Drummond de Andrade)




Eu queria era ter você aqui...

27 de junho de 2014

Déranger Les Pierres.

Ao som daquela voz rouca,

ou não,

aquela voz suave que apaixona e encanta.


     Vou entrando na minha primeira noite oficialmente de férias, com uma xícara de café ao lado, o barulho da chuva ao fundo e as vontades que tomam conta de mim. O papo vai fluindo noite adentro  com um grande amigo que fazia alguns dias que não conversávamos, e com isso, juntado a uma boa música, as coisas vão ficando melhores e muito mais animadas!

Agora é realmente aquele momento em que a saudade de Curitiba volta com força total, pois olho pela janela e vejo todo aquele céu que só encontro por lá, sinto cheiro daquele lugar que por muitas me prendeu e não quis me deixar voltar. Quem sabe não voltar seria a solução para matar essa saudade?! rs rs rs. 


     Ao som da voz inconfundível da lindíssima Carla Bruni, minha noite vai fluindo – entre postagens de blogs que sigo, comentários alheios, papos aleatórios, algumas pessoas que vejo andando pela rua nessa noite de uma chuva fina, casais apaixonados que andam de mãos dadas, momentos que não consigo transpor em palavras, mas a imagem por si só, se faz tão presente e com tanta força. Acho isso simplesmente encantador, e vejo tudo da janela do meu quarto, acho que é o que torna ainda mais bonito em uma noite de céu nublado!

[...] Je veux encore brûler douc'ment
Marcher à deux pas du soleil
Et je veux déranger les pierres
Changer le visage de mes nuits
Faire la peau à ton mystère [...]

Obs: Creio que encerrar por aqui a postagem a tornaria ainda mais apaixonante, e deixar que a imaginação de cada um fizesse com que continuassem a imaginar as coisas que estou vendo nessa linda noite de Junho.


26 de junho de 2014

Enquanto isso, chove!

   Já não era de se esperar que eu ia ficar meio assim na ‘fossa’ depois que o meu Boyfriend saiu aqui de casa, afinal – passar tento tempo juntos, tu acaba se acostumando a ter aquela pessoa na hora de um café, na hora de jantar, correr, dormir (principalmente nessa hora que eu sinto mais falta), ai de brinde, vem essa chuva que não para desde que ele foi pra casa, ai o que me resta – ficar deitado lendo ou vendo filme, e sentindo a falta dele aqui comigo.

   Fico vendo as nossas fotos, e relembrando todos aqueles momentos bons que passamos juntos, queria poder relatar tudo, mas não consigo transformar momentos tão bons em algo que caiba no tamanho de uma palavra, fico ouvindo as musicas que ouvimos, e sei lá – me da uma vontade de me tele transportar para perto dele. Mas algo me diz que logo logo vamos estar juntos. Comecei a perceber que quando gostamos de alguém, todo momento é um momento único, e temos que aproveita-lo ao máximo, coisa que posso garantir que fizemos.

    Posso dizer que faz muito tempo que não tinha uma semana assim tão boa, e tão proveitosa!

   Uma xícara de café, um monte de apostilas de Sign Writer para estudar, meu quarto com aquele vazio enorme, que me faz lembrar do meu Boyfriend. Olho pela janela e vejo a chuva caindo lá fora, aquele frio que toma conta das ruas, aquele som gostoso tocando aqui dentro, e a certeza de que momentos bons estão por vir.


[...] Pr'onde eu só veja você 
Você veja a mim só [...]


17 de junho de 2014

É HOJE!

MEU NAMORADO ESTÁ VINDO PARA FICAR UMA SEMANA COMIGO! Nem acredito ainda que ele tá vindo pra cá, juro que parece um sonho que hoje vou ver o meu Barbudo LINDO, que eu to morrendo de saudadeeee! #MuitoMaisQueFeliz



16 de junho de 2014

O meu amor é ELA!

Ela pode ser barulhenta, ela pode ser grande e desengonçada, falem o que quiserem dela, mas ela sim é a minha paixão, o meu amor. Não lembro bem quando foi que me apaixonei por ela, mas sei que ela me conquistou com aquele jeito, todo dela de ser, sei que faz tempo – então isso é um amor de décadas, isso sim. Quando falo dela, todo mundo ri, ou solta alguma piadinha, mas comigo não rola, por que ela é o meu Amor, e sempre a defendo. Quando fiquei sabendo dos seus últimos desejos, chorei vendo, e ainda choro – é algo que não cabe em meu peito, e acaba transbordando em meu coração.


Faz muito tempo que não a vejo por esses lados, mas quando a vejo, sei que ela me ‘chama’ e sinto uma vontade enorme de chorar, não é de tristeza, mas sim de amor, e de vontade de a ter perto de mim, só por alguns segundos, só por alguns instantes, queria eu ter a chance de a ter comigo, por toda a minha vida, e não só em meus sonhos, não queria que ela sumisse, nunca, se ela sumir, vou me sentir só – e não vai ser só por agora, mas para sempre! Seja vermelha, azul ou amarela – o meu amor é por Ela, e só por ela. Minha paixão por uma Kombi, vai além do que qualquer pessoa possa imaginar. Eu amo, simples assim.





14 de junho de 2014

Queria Não Querer!

Ás vezes queria não querer tanto,

O café da padaria da esquina
O colo da mamãe
O chocolate quente do hangar

O livro do carinha do banco do lado no ônibus
O ‘oi’ do vizinho

Queria não querer

O bom dia com um sorriso
O nascer do sol
O amor do namorado
O Pôr do Sol

Aquilo
Ou aquele

Quem sabe?

Só não queria!


12 de junho de 2014

Nosso tempo - Dia dos Namorados!

Texto que escrevi pro meu Namorado, mas é claro que cortei algumas partes:

Pois é cara, hoje é o dia dos namorados hehehe, me perdoe por achar esse dia bobo e apaixonado, é que é como eu te disse, é a primeira vez que passo um dia dos namorados – namorando com alguém saca, ainda mais passando ele assim, com você – meu amorzinho barbudo, e isso é tri importante pra mim. Eu sei que sou meio bobo, sei que por muitas vezes fico falando coisas aleatórias, só pra ter o que conversar com você, e tu fica falando só pra me agradar, quando ficamos em silêncio e eu fico só ouvindo a tua respiração, eu percebo o quanto amo você, e o quanto estou feliz por estar contigo novamente, por poder olhar pro lado e ver você aqui, juntinho de mim. Sei que estamos a 332 km de distância, mas em momento algum isso vai ser ou será motivo de não querer mais ver você, quanto mais longe, mais saudade e mais vontade de te ver e te dar aquele abraço gostoso que encaixa perfeitamente com o meu.
   

          Longe de ti, percebo a falta que faz o teu pé junto do meu na hora de dormir, longe de ti percebo que só sou feliz quando tenho teu abraço ao alcance das minhas mãos, percebo que longe de ti as coisas não tem muito sentido, ou até mesmo cor. Saio na rua procurando o teu sorriso, mesmo sabendo que ele só se encontra ai, a alguns quilômetros de distancia de mim. Sempre fui apaixonado por ti, e entre tantas idas e vindas hoje vejo a tua foto na tela do meu not, ou no quadro no meu quarto, teu chinelo do lado da minha cama fazendo par com o meu, só te esperando, vem logo pra minha casa, vem logo pra minha vida, meu coração tá com saudade do teu, meu abraço sente falta do teu, minha boca quer encontrar logo com a tua. Meu sorriso só é feliz contigo, e daí se te amo, e daí se gosto tanto de ti, e por mim, tu estaria aqui o tempo todo, ou eu ai, ou tanto faz, só queria estar pertinho pra não sentir tanta saudade.


         Sinto falta do café na sacada, ou na sala com o pingo e o sol junto, sinto falta de ir pro shopping e ficar vendo besteiras só por ver, ou de ir no água e ficar sentado tomando uma cervejinha e falando besteira, sinto falta de tanta coisa que não caberia em um simples texto. Mas o mais importante é ver que hoje, crescemos e somos maduros o suficiente para admitirmos que gostamos um do outro, isso que é o bacana do nosso namoro, gostamos um do outro, brigamos, nos mordemos, fizemos cócegas um no outro.

FELIZ DIA DOS NAMORADOS MEU AMOR! 
– Do teu Monkey.



Obs:  Seja em LIBRAS, seja em Espanhol, seja com café ou com um chá, aqui em Santa Catarina ou no Rio Grande do Sul, seja a 332 km, seja com 5 horas e 3 minutos, ou 12 horas de ônibus, seja do jeito que for, mas seja, que seja pro meu Amor. Essa é uma pequena demonstração do quanto eu gosto de ti, espero tu que goste! Aqui começa a surpresa do Dia dos Namorados!




9 de junho de 2014

Aprendendo com a vida!

Com o passar do tempo tu começa a perceber algumas coisas e a aprender com elas, creio que é com a idade que esses lances acontecem. Nunca levei muito a sério quando me falavam a não criar expectativa para com as pessoas, por mais simples que fossem os gestos, mas não criar, seria uma forma de estar na estaca zero com essa pessoa, e quando algo acontecer, ser então o primeiro passo para uma ‘felicidade’, e aquele sorriso de surpresa, admito que mudei muito nesse lance de criar expectativa, mas ainda não 100% para estar tranquilo comigo mesmo.

Sempre espero que as pessoas façam por mim, o que eu faria por elas, mas isso não acontece, por mais simples que seja o ato, e são nesses momentos que começo a perceber o real significado que carrego para com elas, eu sou muito perceptivo e quando rola um lance desses, admito que fico meio quietinho no meu canto, mas não falo nada, afinal, não posso exigir as coisas das outras pessoas, creio que são elas que devem perceber e mostrar a real importância que tenho em suas vidas. O primeiro passo é me fazer feliz, conseguir ser feliz comigo mesmo e mostrar que posso conseguir tudo o que eu quero.


Enfim, com o tempo tu percebe que as únicas pessoas que realmente se importam com você são seus Pais, eles são a razão de muitas coisas, e é claro, de ser quem você é. Eles te valorizam e te mostram o caminho ‘certo’ a seguir, mesmo com a forma ‘quadrada’ deles de ser, mas eles não mudam mais, e temos que aprender a respeitar isso. Admiro meus Pais, e quando eu crescer quero ser igual a eles.


Depois de uma conversa que tive com uma amiga no sábado ainda, na hora do almoço, chegamos a algumas conclusões juntos, e isso me fez passar o tempo todo pensando em algumas coisas e chegando a algumas conclusões, e uma dessas, eu posso considerar a primeira lição para ser feliz, e começar a se importar menos com as pessoas e a me importar mais comigo, a lição é segredo, mas um dia vocês aprendem também hehehe  Agora finalmente posso começar a deitar a minha cabeça no travesseiro e dormir tranquilo, com a consciência de tarefa realizada, e de que a minha parte eu fiz. Sei lá – só não quero perder esse encanto que tenho, desde sempre, o encanto do menino apaixonado e bobo, mas eu sei que não vou perder ;)

7 de junho de 2014

Aquela noite, mais uma.

   Talvez hoje fosse pra ter sido mais uma noite normal, aquela noite comum, quando você reencontra seus Pais, seu cachorro, sua casa, e até mesmo seu quarto. Aquela noite que tudo era pra ser normal, como tantas outras noites que já se passaram. Mas não foi, e você ficou com a tua cabeça toda bagunçada, e quem deveria ajudar, não ajuda, só piora as coisas, te deixando ainda mais confuso, ainda mais pensativo, tu só queria uma palavra de conforto, nada além disso, e o que tu ganhou?! Nada. Hehehe Não sei se quero ser gente grande mais, cansei de brincar disso, acho que ao mesmo tempo que tive que amadurecer para tantas coisas, não consegui me preparar bem pra elas, e hoje isso pesa.

   Na verdade eu não quero ter que pensar em tudo isso agora, quero só deitar a minha cabeça no travesseiro e dormir, tranquilo, ou ter aquela palavra de carinho e conforto que eu tanto preciso, talvez fosse só isso, só queria ter uma vida normal, uma casa, um cachorro, um marido, um trabalho e um carro, só isso. Não quero nada de mais, mas queria um pouco de paz dentro da minha cabeça, que é onde travo as maiores batalhas, creio que se mudar algumas coisas, seria um tiro no escuro, e até que ponto isso seria bom pra mim?!


   Vontade de sair andando sem ter rumo ou hora pra chegar, queria sair, com a certeza que não tivesse ninguém me esperando pra quando voltasse, mas esse seria o meu desejo pra hoje, pra agora, e só. Quero alguém, um dia, que esteja me esperando de braços abertos, quando eu voltar – mesmo que seja da padaria da esquina, mas eu quero.  Só que nessa hora, eu preciso da minha mente limpa e tranquila, queria meu Boyfriend aqui, quietinho do meu lado, sem falar nada, só me abraçando, ou meus amigos, pra tomar mais aquela taça de vinho. 

5 de junho de 2014

(Bitch) HAHAHA

Acordei com essa musica na cabeça a semana toda, era meio que no automático quando acordava e já colocava ela pra tocar no meu not. A letra eu achei simplesmente perfeita, no começo ela já diz que o cara não achou ela em uma cozinha, mas sim em um estúdio – tipo, não preciso malhar a minha bunda por você, por que eu tenho um cérebro (pra que algo mais fantástico que isso, quando se está pensando em quebra de tabus?!).

Essa quebra de tabus sobre manequins que a indústria da moda impõe como perfeitos na cabeça das mulheres de hoje em dia, em que – sei lá, por exemplo, tu não fores manequim 38 não será bonita o suficiente. [...]Sometimes it’s hard to find the words to say / I’ll go ahead and say them anyway / Forget your balls, and grow a pair of tits / It’s hard, it’s hard, it’s hard out here / For a bitch, it’s hard / (For a bitch, for a bitch) / For a bitch, it’s hard / It’s hard out here [...]
(Tradução: Às vezes é difícil encontrar as palavras para dizer / Eu vou em frente e digo de qualquer jeito / Esqueça suas bolas e crie um par de tetas / Está difícil, está difícil, está difícil por aqui / Para uma vadia, está difícil / (Para uma vadia, para uma vadia) / Para uma vadia, está difícil / Está difícil por aqui [...]).

Isso serve para os homens também, se não tiver barriga de tanquinho ou aquele braço malhado não vai servir, e nem uma ‘mina’ vai te dar bola, entre os gays então é ainda pior, vive-se em busca do corpo perfeito, mas estão esquecendo de malhar os seus cérebros meus queridos! (Ou pelo menos alguns, né?!) Sei lá, minha construção em cima disso é muito mais peculiar, não gosto de nada exagerado, corpo definido, braços malhados, meu amor – só se for pra concertar o telhado do meu salão de festas, mas na minha cama NÃO!


Não quero braços malhados, não quero corpos bem definidos, não quero alguém que gaste mais tempo pra se arrumar antes de sair, do que o tempo que passa fora de casa, posso esperar 10 ou 15 minutos, mas não 3 horas! HAHAHAHA É meus queridos, vamos quebrar mais esse tabu?! Não importa se é alto ou baixo, com pelos ou lisinho, malhado ou fofinho (até magrinhos como o meu Boy entram na lista), o que importa é aquele cérebro malhado, beleza não sustenta conversa! Borá então curtir o som dessa #DIVA - que não tá preocupada com o que vão falar, ela só quer dançar \o/


3 de junho de 2014

Aquela tattoo!

     Não sei o que vocês acham de caras tatuados, mas eu particularmente fico de cara quando vejo um chegando perto de mim. Meu Boyfriend, tem várias tatuagens espalhadas pelo corpo, por exemplo, e algumas em lugares estratégicos, o que me deixa tri apaixonado por ele, e agora – antes de vir pra cá no dia dos Namorados, ele tá terminando mais uma na coxa que vai ser maravilhosa, e eu já na curiosidade pra ver né ;) HAHAHAHA


   Eu mesmo tenho algumas espalhadas pelo meu corpo, e com planos de fazer mais algumas em breve, afinal sou aquele apaixonado por tattoo, e cada uma em especial com um significado na minha vida. A minha primeira foi nas costas (que agora meu Boy quer por que quer que eu esconda ela com uma outra tattoo, eu até to topando essa ideia, e curtindo as ideias que ele tem me passado, já que ele disse que essa ele vai me dar), tenho uma na cintura do lado esquerdo que significa Guerreiro Guardião, duas no pé direito e uma no pé esquerdo. Sim, sou apaixonado por tattoo’s.

   Quando se pensa em fazer uma tattoo temos que levar em conta vários fatores, por exemplo, onde, o que queremos tatuar, o tamanho, o estilo, e é claro o significado dela. Por exemplo, nas minhas costas eu tenho o meu signo tatuado em meio a alguns galhos de espinho, ela é pequena, comparada as outras que eu tenho, e por isso hoje a vontade de tirar, tapar ou apagar ela é tão grande hehehe, então galera, antes de fazer uma tattoo nova, levem tudo isso em consideração.

   Mas agora me digam vocês, o que acham de tattoo’s, se vocês tem alguma e onde, é claro! HAHAHAHAHA Fico no aguardo heeeim!