9 de junho de 2014

Aprendendo com a vida!

Com o passar do tempo tu começa a perceber algumas coisas e a aprender com elas, creio que é com a idade que esses lances acontecem. Nunca levei muito a sério quando me falavam a não criar expectativa para com as pessoas, por mais simples que fossem os gestos, mas não criar, seria uma forma de estar na estaca zero com essa pessoa, e quando algo acontecer, ser então o primeiro passo para uma ‘felicidade’, e aquele sorriso de surpresa, admito que mudei muito nesse lance de criar expectativa, mas ainda não 100% para estar tranquilo comigo mesmo.

Sempre espero que as pessoas façam por mim, o que eu faria por elas, mas isso não acontece, por mais simples que seja o ato, e são nesses momentos que começo a perceber o real significado que carrego para com elas, eu sou muito perceptivo e quando rola um lance desses, admito que fico meio quietinho no meu canto, mas não falo nada, afinal, não posso exigir as coisas das outras pessoas, creio que são elas que devem perceber e mostrar a real importância que tenho em suas vidas. O primeiro passo é me fazer feliz, conseguir ser feliz comigo mesmo e mostrar que posso conseguir tudo o que eu quero.


Enfim, com o tempo tu percebe que as únicas pessoas que realmente se importam com você são seus Pais, eles são a razão de muitas coisas, e é claro, de ser quem você é. Eles te valorizam e te mostram o caminho ‘certo’ a seguir, mesmo com a forma ‘quadrada’ deles de ser, mas eles não mudam mais, e temos que aprender a respeitar isso. Admiro meus Pais, e quando eu crescer quero ser igual a eles.


Depois de uma conversa que tive com uma amiga no sábado ainda, na hora do almoço, chegamos a algumas conclusões juntos, e isso me fez passar o tempo todo pensando em algumas coisas e chegando a algumas conclusões, e uma dessas, eu posso considerar a primeira lição para ser feliz, e começar a se importar menos com as pessoas e a me importar mais comigo, a lição é segredo, mas um dia vocês aprendem também hehehe  Agora finalmente posso começar a deitar a minha cabeça no travesseiro e dormir tranquilo, com a consciência de tarefa realizada, e de que a minha parte eu fiz. Sei lá – só não quero perder esse encanto que tenho, desde sempre, o encanto do menino apaixonado e bobo, mas eu sei que não vou perder ;)

10 comentários:

  1. Gente, seu namorado lê esse blog? Pq se eu fosse ele tava super preocupado aqui.

    ResponderExcluir
  2. Não sei se ele lê, mas na verdade não é pra ficar 'preocupado', mas sei lá - é mais um desabafo meu rsrs por não saber lidar ainda com esse lance de fazer tudo pelos outros sabe, acho que tá na hora de parar! Mas eu não consigo (por enquanto) hehe. Por que a hora que eu conseguir HAHAHAHA Ninguém mais me segura :P

    ResponderExcluir
  3. de há muito q aprendi q as pessoas podem nos ajudar sim em quase tudo em nossa vidas dentro das possibilidades e qualidades de cada um ... mas a única pessoa completamente competente para nos ajudar somos nós mesmos ... o nosso melhor amigo somos nós mesmos ... ame a si mesmo e vc será feliz ... o resto completa ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tu sempre com sábias palavras amigo! Realmente, o nosso melhor amigo deve ser nós mesmo, e creio que isso é uma coisa que aprendemos com o tempo só. Mas acredito que tudo é um processo que gera mudança, não é?!

      Abraços Queridão! :D

      Excluir
  4. Resumindo: expectativa é a prima irmã da desilusão. Escuta Tio Fred (e Tio Braccini acima) que tu vai bem moleque! Hehehe! Bjão! Na coxa - que hj tô ousado! ;)

    ResponderExcluir
  5. Prima Irmã?! Eu acho é que são gêmeas, isso sim HAHAHAHAHAA Irei ouvir sim, o Tio Fred e o Tio Braccini. Beijo na coxa APOKSAPOKSOAPKP Bobão!

    Beeeijo seu bobo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senta aqui na coxa que o "tio" vai te mostrar o "bobo"... hahahahaha!

      Excluir
  6. Esse é um lance difícil pra mim... eu to sempre acreditando que as pessoas que eu gosto. podem me surpreender de forma positiva! Mas na maioria das vezes só acontece o inverso! Daí eu faço como você, na minha introspecção faço uma avaliação e toco o barco!
    O problema é que eu sou teimoso! Até quando vou ser assim?
    Sei lá...Deixa a vida me levar!
    Super abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrs somos iguais nessa questão então, sempre achando que as pessoas que gostamos vão nos surpreender, e isso não rola. Mas creio que de cada momento como esse toramos grandes lições não é?! Eu também sou teimoso, e talvez esteja ai a graça, de não desistirmos disso assim, tão fácil.

      Mega Abraço Queridão!

      Excluir

A minha opinião eu dei, agora quero ver a de vocês!